Autor: super-admin

Veja quatro regras de ouro para emagrecer rápido e em casa

Perder peso não precisa ser uma dor de cabeça. Medidas simples ajudam muito no objetivo, principalmente sem gastos extras

Para emagrecer rápido em casa a alimentação deverá ser planejada para perder peso com prazer. Receitas prazerosas, saudáveis, usar a forma de preparo correta, buscar comer alimentos de qualidade e a quantidade ideal. O Plano Detox ensina como emagrecer rápido e é um plano completo para perder peso e inteligente com alimentos, receitas e ainda um programa com ciclos e pausas para que você conseguir emagrecer, manter e ter mais saúde. E ainda tem um grupo motivacional exclusivo no Facebook para dar aquela força, trocar ideais e experiência (algumas participantes perderam 10 quilos em 10 dias). Para participar, é fácil – procure no seu navegador Plano Detox do site dieta.blog.br e se inscreva. Isso trará emagrecimento e bom impacto na sua saúde.

Os métodos de perder peso

Mude sua dieta com alimentos menos calóricos, faça trocas inteligentes e em vez de fritar: coma cru, cozinhe ou asse. Comer menos alimentos doces e sucos concentrados, não beber refrigerantes (1 litro de Coca- Cola contém 450 calorias, o que pode ser comparado a um bom jantar). Comer mais vezes, fazendo refeições divididas. Ao ingerir alimentos, o corpo consome pelas necessidades imediatas e para a formação de estoque. Com intervalos mais longos entre as refeições, maior a chance de guardar energia através de gordura no seu corpo e não ficará com fome se você comer a cada três horas. Além disso, o corpo consome a maior parte da energia na parte da manhã por isso não é interessante ficar com fome de manhã e extrapolar à tarde ou à noite.

Mastigue bem: além de controlar melhor a fome, o seu corpo precisa desse processo para ter mais saúde e boa digestão. Consuma doce apenas como degustação ou quando estiver com muita vontade, mas antes de ir comer o doce coma uma fruta antes para diminuir a ansiedade Coma a sobremesa apenas quando estiver sem fome, prove devagar e siga o princípio de “menos é mais”.

Você sente muita fome? Controle a fome meia hora antes da refeição principal, beba um copo de leite desnatado com um pedaço de pão preto ou uma banana, maçã, pera ou laranja. Seu corpo vai começar a sentir menos fome e você vai comer menos.

Evite o álcool. Além de conter alta caloria, com ele perdemos o controle sobre a quantidade de alimento que consumimos. O álcool agride o corpo, desregula o sono e o bom funcionamento do organismo.

Regra 2: A atividade física

Mesmo estando nas dietas mais rígidas, não fazer atividade física vai comprometer o resultado. Esportes ativam os processos metabólicos do corpo, elevam o colesterol bom e ajudam a emagrecer.

Pular corda para perda de peso: Pular corda pode manter o corpo em boa forma. Depois de quinze minutos, ele queima 200 calorias, não ocupa muito espaço e pode ser feita em casa. Comece com os saltos mais simples, tente pular baixo, fixando o corpo em uma posição, vá aumentando a dificuldade.

Bambolê: Se usado durante 15 minutos, o bambolê queima a partir de 200 a 250 calorias, e pode estar sempre ao seu alcance. Tem um impacto principalmente na área da cintura, abdômen e coxas, melhorando a redução da celulite. Não é preciso muito para poder se movimentar.

Exercícios pela manhã têm um efeito poderoso sobre o corpo e ainda ajudam as técnicas de respiração. Em casa também podem ser usados outros tipos de exercícios. É só entrar na internet e escolher o que você gosta mais.

Regra 3: Dicas de perda de peso em casa

Mudanças na dieta e aumento da atividade física são componentes fundamentais da perda de peso. Não se esqueça sobre procedimentos adicionais que ajudarão você a perder peso rapidamente em casa. Aqui estão alguns:

Sauna: É uma forma de perda de peso agradável. Dá para ficar mais radical esfregando o corpo com mel ou sal, enquanto a sudorese começa.
Contraindicações: presença de erupções cutâneas, arranhões e outras doenças da pele, e problemas com o coração

Cremes redutores: Especialmente creme termogênico que estimula o metabolismo do corpo, melhora a circulação sanguínea e a drenagem linfática devido ao efeito térmico quando aplicado a áreas problemáticas.

Roupa especial com tecidos de alta tecnologia: shorts, calças, cintos. Usá-los durante a atividade física reforça o efeito do exercício devido ao aquecimento da gordura subcutânea.

Massagem: Uma grande ajuda relaxando o corpo, melhorando a aparência da pele e o metabolismo. Vários massageadores que estão agora à venda, talvez não 100%, mas substituem massagem profissional e ajudam-no a perder peso rapidamente em casa.

Enrolar-se em algas, lama, óleo, mel, argila: Este é um dos processos mais eficazes adicionais para perda de peso, apenas três ou quatro sessões para alcançar uma redução da cintura. Eles também podem ser feitos em casa através da combinação com massagem e banho com sal marinho – o processo de perda de peso será mais rápido.

Regra 4: Humor psicológico

A primeira coisa que você tem a fazer é reconhecer que está doente, especialmente se o seu peso é maior do que o desejado. Se você sabe que não pode e ainda assim você come, isso pode ser sinal de que a ansiedade está grande. Para tratar essa doença, você precisa mudar o seu modo de vida para sempre, caso contrário, a doença voltará novamente. A decisão de perder peso é apenas sua, ninguém é capaz de fazer você cumprir uma dieta ou exercício, além de você. Compartilhe com pessoas que têm o mesmo objetivo, escolha um grupo de apoio. Emagrecer é difícil, por isso é importante buscar ajuda. Aprenda a ver suas conquistas diárias e descreva o que está acontecendo com você para que evite os erros e não se puna – sempre siga em frente para melhor. Você deve ser positivo. Encontre a motivação para perder peso, fique orgulhoso de você. Sempre faça fotos na função beauty da câmera ou celular, arrume o cabelo, use roupas com bom caimento e, se perceber que mudou, festeje o sucesso mantendo-se sempre alegre. Aprenda esse eficaz truque, substitua pratos grandes por pequenos para comer menos. E o mais importante, nunca duvide do seu sucesso, imagine o que você quer ser e se ame do modo que você é!

Especialista mostra como emagrecer rápido e sem passar fome

Como emagrecer rápido? A especialista em emagrecimento saudável Rosi Feliciano vai falar de dicas importantes para você perder peso e não voltar a engordar.

Para perder peso rápido o corpo precisa gastar mais calorias do que ganha através da alimentação, criando assim um déficit que obrigada a perda de peso. Por isso, uma dieta para emagrecer de baixa caloria é fundamental para emagrecimento rápido. Interessante ter uma porção suficiente de vitaminas, minerais, proteína e carboidratos. Para um efeito mais rápido de perda de peso algumas dietas são formadas com alimentos que aceleram o metabolismo: termogênicos, diuréticos, laxativos, nutritivos, que saciam a fome e ricos em água.

Além disso, é importante analisar a pessoa individualmente, saber do estado de saúde atual, estado mental, os hábitos alimentares e a rotina de atividade física. Analisando o indivíduo com um todo, podemos focar em soluções que realmente ajudam a emagrecer.

Como o corpo reage quando a gente perde peso rápido?

Quando a gente perde peso, emagrece o corpo todo e não em um lugar especifico, sendo assim as pessoas não perdem peso diretamente na barriga ou culote como gostariam. A gordura é mais fácil acumular nos locais onde é mais vulnerável, flácido ou com predisposição genética.

Como é perder peso rápido em uma semana?

Vai ficar mais visível em alguns locais do que outros. Com a rápida perda de peso, tirando as exceções, inicialmente já é possível afinar o rosto, a barriga vai ficar menos pontuda, depois disso, vai diminuir a quantidade de gordura nas nádegas, culotes e por último a barriga e braços. É importante avaliar o que você está perdendo: gordura, líquido ou massa magra? O interessante é perder só gordura e líquido em excesso no organismo. Para isso, é importante uma dieta e exercícios adequados a você. Assim você vai manter e criar massa magra que promoverá força e lindos músculos.

Primeiro faça um check-up

Um checkup é importante principalmente para diagnosticar aspectos fundamentais da sua saúde como: condições da sua articulações, diabetes, colesterol, pressão alta, absorção das vitaminas. E ainda um dos fatores que impedem a perda de peso é o mal funcionamento da tireoide. Por isso um check-up com exames clínicos e de sangue com profissional de saúde. Isso mostrará dados importantes que influenciaram a sua perda de peso e a dieta a seguir.

Exercite para conseguir perder peso

Para perder peso em uma semana e ainda 10 kg você deve buscar além da dieta uma atividade física para trabalhar os músculos. Exercício especial para perda de peso é o de cardio, como: correr, andar, step, ou seja, se movimentar rápido. Para ter mais flexibilidade, faça alongamentos e massageei seu corpo todos os dias. Massagem e alongamentos fazem a preparação física, melhora o fluxo sanguíneo para as áreas apropriadas do corpo, assim a gordura vai queimar um pouco mais rápida.

Beba água o dia todo

Hidratar é fundamental para o funcionamento do corpo. Para emagrecer seu corpo precisa estar funcionando bem e no modo rápido de queima de calorias, para isso é necessário beber de 2 a 5 litros de água por dia de preferência 6 vezes ou mais por dia. Hidrate também através de: água de coco, sopas, legumes, folhas, chás, sucos (importante evitar sucos concentrados, calóricos, açúcar, conservantes e sódio)

Emagrecer com saúde é mais do que perder peso rápido. É também entre outras coisas manter o peso perdido, por isso é importante buscar algo mais do que uma dieta rápida é preciso programação em longo prazo e ainda mudar o estilo de vida. Mudar os estilo de vida e emagrecer é uma tarefa bem difícil, a maioria das pessoas voltam a ganhar peso ou desistem no meio do caminho, então busque algo mais completo que possa apoiar seu plano de emagrecer antes, durante e depois.

Leia também: Dietas de emergência funcionam

O segredo das dietas para perder peso rápido

O segredo da alimentação para emagrecer rápido está na quantidade de alimentos consumidos e também na forma de preparo ideal cru, cozido ou assado. O ser humano na maioria necessita de 2000 mil calorias por dia. Isso varia de uma pessoa para outra, então é bom consultar. Você vai descobrir que é necessário comer menos e certo para perder peso. Ideal comer de 5 a 6 vezes por dia porções pequenas (200ml) e de baixa caloria, contendo: legumes, verduras, leite, iogurte, ovos, carnes e semente oleoginosas.

As dietas são construídas de 800 a 1500 calorias e por poucos dias.

Leia também: comprar Kifina

Leia também: Phytophen é bom

Exemplo de construção de cardápio de dietas para perder peso:

Café da manhã: 250 calorias: 140 gramas de alimento rico em proteínas, 30 gramas de alimento rico em carboidratos e 150 gramas de alimento rico vitaminas

Lanche da manhã: 100 calorias: sementes oleaginosas Almoço: 350 calorias: 160 gramas de alimentos ricos em proteínas, 50 gramas de alimentos ricos em carboidratos e 200 gramas ricos em vitaminas.

Lanche da tarde: 100 calorias: 100 gramas de alimentos ricos em vitaminas. Jantar: 300 calorias: 140 gramas de proteínas, 30 gramas de carboidratos e 150 gramas de vitaminas.

Ceia: 100 calorias: 100 gramas de alimentos ricos vitaminas.

Total: 1200 calorias

Pode-se tomar chá quando estiver com fome: chá verde, camomila, erva doce, erva cidreira e outros

Legenda:

Carboidratos: mandioca, batata, inhame, cara, pão, farinha de trigo integral, arroz e outros

Vitaminas: frutas, legumes e verduras.

Proteína animal: carnes, leite, ovos, iogurte e outros.

Proteína vegetal: feijão, abacate, quinoa, grão de bico, cogumelo, soja, castanha do Pará, castanha de caju, amendoim, nozes, semente de linhaça, semente de abobora, gergelim e outras

Para perder peso evite: farinha branca e arroz branco em excesso, açúcar, frituras, alimentos industrializados, alimentos processados, sódio e álcool.

7 farinhas que emagrecem

Elas regulam o funcionamento do organismo e prometem deixar o corpo em forma por serem ricas em fibras

Elas são práticas, baratas e ótimas aliadas na perda de peso. As farinhas de frutas, legumes e cereais se tornaram comuns nas dietas por proporcionarem diversos benefícios à saúde e ainda por servirem como uma ajuda e tanto para quem quer eliminar os quilos extras.

Algumas oferecem vitaminas, minerais, ômega-3 e até substâncias que diminuem a tendência do organismo em acumular gordura, mas são as fibras as principais responsáveis pela colaboração das farinhas no emagrecimento.

Além de aumentarem a absorção dos nutrientes, elas dão a sensação de saciedade e atrasam o esvaziamento gástrico. Isso significa que você se sente satisfeita com menos comida e demora a ter fome novamente.

Vale lembrar que as farinhas não fazem milagres. Não adianta encher o prato de alimentos calóricos, super gordurosos e depois acrescentar uma colher de farinha na tentativa de amenizar o estrago.

O resultado só aparece se você consumir esse tipo de farinha todo dia, polvilhada na comida pronta, na salada, no suco, no iogurte. Mas para isso, precisam ser combinadas com uma alimentação equilibrada e exercícios físicos regulares.

Outra dica para potencializar o efeito emagrecedor das farinhas é ingerir bastante água durante o dia, isso facilita a ação das fibras no organismo.

São várias as opções de farinhas que podem ser usadas por quem quer perder peso. Para ajudar na escolha, fizemos uma seleção com 7 farinhas para emagrecer. Saiba mais sobre as propriedades de cada alimento e como a versão em farinha de cada um deles pode ajudar na dieta:

1- Farinha de linhaça
A linhaça é considerada um alimento funcional, que nutre e ainda previne doenças. Existem dois tipos de semente, a linhaça marrom e a linhaça dourada. Ambas possuem os mesmos nutrientes, como ômega-3 e ômega-6, que previnem doenças cardiovasculares, melhoram a circulação sanguínea e ajudam a diminuir a retenção de líquidos.

A semente também é rica em fibras, que regulam o intestino e controlam o diabetes, tem vitaminas A, E, B1, B6, B12, além de potássio, sódio, magnésio, fósforo, ferro, cobre, zinco, manganês e selênio, que são minerais importantes para o nosso organismo. Contém ainda um composto chamado lignana, que ajuda no equilíbrio hormonal, alivia os sintomas da TPM, menopausa e atua na prevenção do câncer de mama.

A farinha de linhaça pode ser acrescentada no arroz, feijão, nas frutas, sucos, iogurtes, vitaminas, saladas, no preparo de bolos, pães, tortas, sopas.

2 – Farinha de quinoa
De sabor leve e tão saudável quanto a soja, o pequeno grão é riquíssimo em proteína, minerais e vitaminas B1, B2, B3, D e E, que auxiliam em diversas funções do nosso metabolismo. Possui grande quantidade de fibras que colaboram com o intestino, ajudam a controlar os níveis de colesterol e glicemia no sangue.

A quinoa possui diversos aminoácidos, dentre eles a lisina, uma substância que ajuda a fortalecer a imunidade e está relacionada ao desenvolvimento da inteligência e funções da memória e aprendizado. Além disso, a quinoa tem ação cicatrizante, analgésica e anti-inflamatória.

A farinha de quinoa pode ser utilizada na receita de pães, massas, tortas, biscoitos, mingaus e pudins, com a vantagem de não conter glúten e poder ser consumida por pessoas com hipersensibilidade ao leite e também portadores de doença celíaca, ou seja, que não podem consumir alimentos como cevada, aveia, trigo e centeio.

3 – Farinha de soja preta
A farinha feita com a versão turbinada da soja tradicional é rica em isoflavonas e antocianinas, substâncias importantes para combater o colesterol alto e até câncer. Além disso, a farinha de soja preta tira a fome, dá mais disposição e faz as células absorverem 50% menos gordura.

Sem contar suas propriedades que agem contra os radicais livres, retardam o processo de envelhecimento e previnem as rugas. Incluir a farinha de soja preta também pode ser uma ótima maneira de amenizar os sintomas da TPM e da menopausa.

4 – Farinha de feijão branco
O feijão branco é rico em Faseolamina A, uma proteína com propriedades que inibem a digestão dos carboidratos e que diminuem a absorção de açúcares pelo nosso organismo, sendo assim uma grande aliada no emagrecimento.

O feijão branco também pode ajudar a prevenir o diabetes e colabora para o bom funcionamento do intestino, pois possui grande quantidade de fibras. Não se deve exagerar no consumo da farinha de feijão branco, – uma colher de chá por dia é suficiente – já que podem ocorrer efeitos colaterais como diarreia e flatulência.

5 – Farinha de berinjela
A berinjela é rica em vitaminas A, C e no complexo B, que colaboram para melhorar visão e as defesas do corpo. Além disso, é um legume rico em água, que apresenta pouca gordura. Na casca da berinjela estão substâncias que ajudam a prevenir o câncer.

A farinha de berinjela tem até dez vezes mais fibras que a berinjela in natura, por isso ajuda a tirar a fome. Pode ser misturada a caldos, sopas, sucos, vitaminas e iogurtes. Combinada com uma dieta balanceada, duas colheres da farinha de berinjela todos os dias ajudam a secar a barriga.

6 – Farinha de banana verde
Os benefícios da banana podem ser melhor aproveitados se ela for consumida enquanto ainda está verde. Durante o processo de maturação, a fruta é rica de um tipo de amido resistente que não sofre digestão nem absorção e se comporta como se fosse uma fibra solúvel no organismo, inclusive produzindo substâncias que são benéficas.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Como a banana verde não é lá muito agradável de ser ingerida, uma alternativa para consumir a fruta é em forma de farinha. Como tem sabor neutro, a farinha de banana verde pode ser utilizada em diversas preparações, inclusive substituindo a farinha de trigo. Dá para misturar com água ou adicionar diretamente aos sucos, iogurtes e frutas em pedaços. A quantidade de consumo recomendada é de cerca de duas colheres de sopa por dia.

7 – Farinha de maracujá
A parte branca da casca do maracujá é rica em pectina, que impede a absorção da gordura presente nos alimentos. Na forma de farinha, cerca de 20% dessa fibra solúvel continua presente e, quando no estômago, se transforma em um gel que diminui a fome.

Leia também: Phytophen Anvisa

A quantidade sugerida para o consumo da farinha de maracujá é de uma colher de sopa três vezes ao dia, antes das principais refeições. Pode ser misturada na comida ou em sucos e iogurtes.

Mulheres ajudem os homens com problemas sexuais

Stress, emotividade, depressão, fadiga … Muitos fatores podem causar colapsos sexuais. Mas, diante desse “cenário de desastre”, como ajudar seu parceiro? Que atitude adotar?

De acordo com uma pesquisa Louis Harris *, uma em cada quatro mulheres apresentou disfunção erétil durante a vida sexual. Às vezes tocada em sua feminilidade, ela nem sempre sabe como reagir.

Entre altruísmo e machismo …

O colapso sexual é vivido pelo homem como uma verdadeira catástrofe, uma terrível depreciação. Exposto ao ente querido, ele não consegue esconder o objeto de sua angústia. Ao contrário da imaginação sexual das mulheres que abrange todo o corpo, os homens constroem suas identidades viris em torno de seu falo. Essa visão limitada dá ao colapso um impacto que às vezes é desproporcional.

Devemos caricaturar o jovem como apenas obcecado com seu sexo e sua performance? Não, parece ao contrário que o egocentrismo viveu! Para 40% dos homens entrevistados, o que mais os afeta durante o colapso é não ser capaz de proporcionar prazer ao parceiro.

Devemos ver apenas um altruísmo benevolente? Não necessariamente, segundo o Dr. Philippe Brenot “Esta reacção pode também ser analisada como uma explosão de narcisismo:. Proporcionando prazer ao meu parceiro, é imagem viril que tenho de me que é valorizado”

Diante dessa angústia, o parceiro muitas vezes fica desamparado. Primeiro de tudo, deve ser lembrado que um colapso sexual não é absolutamente sinônimo de falta de desejo. Às vezes é o oposto, muita emoção mata a ereção. Então, senhoras, muitas vezes é desnecessário sentir-se culpado ou se sentir magoado em sua feminilidade.

O parceiro, interlocutor privilegiado

Qualquer que seja a verdadeira razão, o desejo de proporcionar prazer enfatiza a importância do outro na relação sexual. Assim, para três dos quatro homens, o interlocutor privilegiado em caso de avaria continua a ser o parceiro. Especialmente porque a falha erétil pode ser a manifestação de um problema dentro do casal. As tensões podem reaparecer inesperadamente sob a colcha … então tente quebrar o gelo antes que seu ardor derreta …

Tenha cuidado para não cair em uma versão muito angelical: 13% dos homens tentaram “tranquilizar-se” entrando em um relacionamento com outro parceiro …

A mulher moderna: castradora ou compassiva?

Mas esse parceiro de quem falamos tanto, ela é compassiva ou castradora? Segundo a pesquisa, a maioria das mulheres reagiu positivamente (68%) ou não parecia se importar (21%). Apenas 11% tiveram uma atitude negativa. “O que é ainda muito, porque esta atitude promove a instalação da doença Os jovens são decididamente suscetíveis a reciprocidade no relacionamento. Para eles, a satisfação sexual é jogado por dois”, diz o Dr. Brenot.

“O papel das mulheres modernas e emancipadas tem dois gumes”, diz ele. “Mais afirmada em seus desejos e mais ativa no relacionamento, gera menos frustrações, mas sua exigência de uma sexualidade ideal e quase inacessível a torna castradora”.

O homem sofre assim de certa apreensão no julgamento do outro. Mais da metade dos homens entrevistados consideram que as mulheres são cada vez mais exigentes no amor quando dizem que são mais tímidas. E essas percepções são ainda mais pronunciadas nos homens que enfrentam o colapso …

Como reviver a mecânica?

Então, qual atitude o parceiro deve adotar? Primeiro, é necessário remover a ansiedade sem minimizar o problema que está nos olhos do homem altamente importante. É importante poder estabelecer um diálogo que não seja nem muito compassivo nem muito culpado para esquecer o “incidente”. O risco é tornar esse evento excepcional um assunto de ansiedade que manterá um círculo vicioso: medo do fracasso – ereção insuficiente.

Você não tem que lutar a todo custo. Sua imaginação e algumas carícias ou massagens despertarão nele novas zonas erógenas e poderão ajudá-lo a descobrir juntos novos prazeres sexuais, além da penetração.

Leia mais sobre o estimulante sexual masculino Macho Power.

VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE MARCAS DE EXPRESSÃO E RUGAS?

VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE MARCAS DE EXPRESSÃO E RUGAS?

As marcas de expressão, como o próprio nome diz, são as marcas que se formam quanto movimentamos os músculos da face para compor uma expressão. Quando expressamos preocupação, por exemplo, pode haver a formação de vincos momentaneamente entre as sobrancelhas. As marcas de expressão, com o passar do tempo, poderão tornar-se definitivas. Ou Seja, tornarem-se rugas.

As Rugas são marcas que se formam na pele por vários motivos, alguns deles são:

o envelhecimento da pele, que fica mais frouxa e fina, permitindo-se marcar;
exposição solar exagerada, que desgasta e enfraquece a pele;
Excesso de movimentação, como franzir os olhos com força sempre que está exposto à claridade;
Fumar;
Genética – algumas pessoas têm maior predisposição do que outras para formação de rugas.

Leia também: Creme para rugas bula

Alguns tipos de rugas:

Rugas da testa: linhas que se formam na testa;
Rugas de preocupação: aquelas formadas entre as sobrancelhas;
Pés de galinha: aquelas que parecem códigos de barras, como os presentes em embalagens, e se formam abaixo do nariz, bem acima da boca.

Leia também: Skin renov Anvisa
Bigode chinês: parecem parênteses ao redor da boca. As pregas que se formam do canto do nariz até o canto da boca.
Linhas de marionete: as pregas que se formam do canto da boca até o queixo.
Para cada situação e grau da ruga recomenda-se um tratamento diferente. Portanto, a consulta ao dermatologista é fundamental.

Remédios para Emagrecer: conheça os mais usados, efeitos e riscos

Remédios para Emagrecer: conheça os mais usados, efeitos e riscos

Saiba tudo sobre os melhores remédio caseiros e farmacêuticos para emagrecer do mercado. Não perca!
A maior quantidade de pedidos que chegam aos consultórios médicos são de fórmulas e conselhos de como emagrecer rápido. A população atual nunca esteve tão preocupada com o próprio peso e também com a estética, por esse motivo os remédios para emagrecer são a maneira mais procurada para esses casos, porque a maior parte das pessoas tem dificuldades para seguir dietas e se adaptar a uma vida de exercícios físico diários. Saiba no artigo de hoje os melhores medicamentos caseiros, naturais e farmacêuticos para emagrecer.

Remédios para emagrecer

Geralmente as pessoas tentam primeiro uma dieta e reeducação alimentar combinado com algumas horas por semana de exercícios físicos aeróbicos que ajudam na perda de calorias, esse é o combo para emagrecer mais usado, porém não é tão simples como parece.

A maior parte das pessoas tem dificuldades de se adaptar a comer menos, mesmo sentindo bastante fome e se você sempre levou uma vida sedentária, uma rotina de exercícios pesados também não vai ser fácil se adaptar, por esses motivos as pessoas recorrem à opção de fazer o uso de remédios para emagrecer e é deles que vamos falar aqui!

Os remédios para emagrecer geralmente atuam de duas formas no organismo para promover a perda de peso: o aumento do metabolismo e a saciedade por um maior período de tempo. Essas duas maneiras fazem com o que corpo queime mais calorias do que o normal e ao mesmo tempo ingira menos comida durante o dia.

Remédios para emagrecer naturais e caseiros
Para quem pretende levar uma vida mais natural e longe de fórmulas, os remédios caseiros para emagrecer são a melhor maneira para perder peso e você pode preparar a qualquer momento. Anote as dicas!

Chá verde

O chá verde é o campeão de vendas exatamente pelos resultados bons que ele traz ao organismo além do emagrecimento.

O chá verde é diurético, ou seja, ele elimina toda a sua retensão de líquidos no organismo que faz você ficar inchada. O chá verde também é um poderoso acelerador de metabolismo, você queimará muito mais calorias fazendo as mesmas atividades diárias, apenas tomando duas xícaras de chá verde por dia.

Além dos benefícios já citados, o chá verde favorece a queima de gordura localizada, que tanto incomoda as mulheres.

O chá verde é feito das folhas de uma planta chamada Camellia Sinensis que tem sua origem no sul da China. Ele pode ser encontrado para consumo da forma de cápsulas ou também como chá para fazer a infusão.

Goji Berry
A goji berry é uma fruta que faz parte das chamadas frutas vermelhas, tem um alto teor de antioxidantes que é excelente para o combate ao envelhecimento precoce e renova sua células, deixando sua pele muito mais saudável e jovem. Além disso a goji berry é uma excelente opção para quem quer emagrecer, porque ela ajuda na eliminação de gorduras e da celulite.

Água de berinjela
A água de berinjela é um dos remédios caseiros mais usados para quem possui pressão alta e colesterol alto, porque ela atua no organismo equilibrando essas doenças. E também auxilia no processo de emagrecimento porque sacia a fome por mais tempo e ajuda a eliminar gordura.

Leia também: Phytophen Anvisa

Água de gengibre

O gengibre é uma planta com um alto poder termogênico. Os alimentos termogênicos produzem mais calor no organismo e assim queimam calorias muito mais facilmente.

A água de gengibre é uma maneira simples de você emagrecer, basta cortar 4 ou 5 rodelas de gengibre fresco e adicionar em 1 litro de água, deixar em infusão por pelo menos 1 hora e beber durante todo o dia.

Remédios para emagrecer farmacêuticos
Para quem quer adotar uma forma de emagrecer mais rápida e com resultados em pouco tempo, deve apostar nos remédios vendidos em farmácias com esse propósito, alguns são famosos e usados também para tratamentos de outras doenças.

Leia também: Kifina Anvisa

Orlistat

O Orlistat ou Xenical é uma remédio indicado para o tratamento de pessoas com obesidade, ele atua no organismo inibindo as enzimas do intestino de absorverem a gordura ingerida através dos alimentos, ao invés do seu corpo absorver a gordura e armazená-la ela será eliminada através das fezes.

Esse remédio deve ser indicado pelo médico, porque alguns dos efeitos colaterais podem ser graves, principalmente para pessoas que sofrem de anemia e tendência à diarreia.

Mulheres grávidas e lactantes devem evitar o uso de Orlistat.

Victosa
O Victosa é uma remédio originalmente usado para o tratamento de diabetes do tipo 2, mas que tem feito grande sucesso em pessoas que desejam emagrecer.

A diabetes do tipo 2 é causada na maior parte das vezes devido à obesidade do paciente e para o tratamento é necessário que ele emagreça para que a diabetes seja regulada e é isso que o Victosa faz.

Leia também: comprar Comprimido para emagrecer

Este remédio tem o poder emagrecedor porque é indicado no tratamento da diabetes, porque é esse resultado que o paciente que possui essa doença necessita para controla-la. Não deve ser utilizado para outros fins.

É importante ressaltar que para emagrecer ou tomar qualquer medicamento, consulte primeiro um médico que irá lhe indicar a melhor forma de emagrecer e perder peso com saúde.

Dificuldade em manter a ereção? Veja o que pode estar acontecendo

Dificuldade em manter a ereção? Veja o que pode estar acontecendo

Quero começar esse texto com uma pergunta importante? Você está satisfeito com seu desempenho na cama? Que tal ter uma transa AINDA MAIS LONGA? O segredo está aqui ► Clique enquanto ainda está no ar…
A impotência sexual é um problema que atinge grande parte dos homens. Ela tende a surgir após os 40 anos de idade, mas pode aparecer em qualquer momento da vida, inclusive em homens mais jovens. E ao contrário do que muitos imaginam, não significa necessariamente falta de excitação. Podem estar relacionados ao bem estar e saúde e também a outro problema de saúde, como por exemplo uma lesão na medula espinhal, sedentarismo ou baixos níveis de testosterona sendo produzidos no seu organismo.

A impotência sexual é quando um homem não consegue iniciar ou manter uma ereção até o final do ato sexual. Ela pode causar constrangimento e afetar diretamente a auto-estima masculina. O homem pode inclusive começar a evitar situações que podem levá-lo à momentos mais íntimos. Ele passa a ter uma vida sexual inativa ou até mesmo inexistente, pois não se sentem seguros em relação ao seu desempenho na cama.

Apesar de comuns em homens mais velhos, problemas de ereção e a incapacidade de atingir e manter uma ereção firme e outros problemas de ereção podem ocorrer em qualquer idade. Tanto eles, como a ejaculação precoce tem tratamento. Deve sempre ser feito um diagnóstico com um médico profissional, para descobrir a causa da disfunção erétil em cada causa. Só depois de diagnosticado que o homem inicia seu tratamento.

Isso geralmente acontece quando a ereção é quase nula, isso pode ser por meio de causas psicológicas, após uma situação difícil ou um problema não resolvido do dia, o que acaba afetando todas as idades, o que é comum no homem muito mais do que se imagina. Uma das outras causas também pode ser uma possível autoestima baixa ou até mesmo uma deficiência hormonal e outras tantas diferentes razões.

O QUE FAZER?
É indicado que se o problema persistir, o que acontece e muitos dos casos da disfunção erétil é quando os remédios não resolvem, daí é necessário recorrer nesse tipo de situação para uma avaliação do especialista em questão.. Há histórias de pessoas em que a disfunção psicológica acontecia, interferindo nas questões sexuais e até casos mais graves.

Há vários casos de origem, além de que se mudar velhos hábitos pode influenciar uma boa parte psicológica, além do clássico: os exames fisiológicos atenção na saúde acontece como primeiro lugar para que se isso se resolva o mais rápido possível.

Há histórias de pessoas de que isso ocorre devido ao fato de que se é inseguro e medo de falhar, o que é imprescindível de não existir para que a ereção não sofra com essa problema, assim como sua parceira tem a certeza seu pênis não vai deixar ela na mão, literalmente.

UMA FORMA NATURAL PARA MANTER SUA EREÇÃO
Muitos homens reclamam sobre as ereções curtas – menos de 3 minutos… Eu jamais quero passar por uma situação dessa. Se você está sofrendo com isso, posso te dizer que há soluções naturais que podem fazer você voltar a ser uma máquina de fazer sexo. Conheça abaixo o Melhor suplemento do mercado, que ajuda a manter a ereção durante o sexo:

O tratamento simples e vai ter ajudar nos seguintes aspectos:

Ereção Prolongada
Fim da Ejaculação Precoce
Aumento do Libido (vontade de transar mais)
Performance de Ator Pornô
O seu Pau vai Explodir!

CAUSAS MAIS COMUNS DA IMPOTÊNCIA
Veja quais são os principais fatores que levam o homem à impotência sexual, para que sabe encontrar a raiz do seu problema. A disfunção erétil pode ser causada por problemas psicológicos, biológicos e hábitos do dia a dia. Veja:

Hábitos não saudáveis como tabagismo e abuso de bebidas alcoólicas. Uma dose moderada de álcool pode desinibir a pessoa, mas seu uso excessivo pode afetar diretamente a performance de um homem na cama. Já tabagismo à longo prazo afeta a circulação sanguínea e consequentemente a ereção. Por isso, evite ambos sempre que puder.
Distúrbios hormonais também podem ser os causadores da impotência sexual. Os mais comuns a impedir você de ter uma ereção potente são aqueles que causam a queda da testosterona e problemas endócrinos. A testosterona é o principal hormônio relacionado à libido tanto em homens quanto em mulheres.
Uso de drogas recreativas ou uso excessivo de medicamentos. Os medicamentos campeões na causa do problema são: antidepressivos, anti-hipertensivos e antipsicóticos, mas diversos outros podem levar à impotência. Leia sempre a bula e informe seu médico caso sinta dificuldades em manter uma ereção.
Problemas psicológicos. Normalmente o homem broxa por nervosismo, mas outros fatores também podem fazer com que ele não consiga a ereção, como: insatisfação, medo, depressão, traumas do passado, ansiedade e/ou diminuição da libido. Os problemas de ereção são causados por vários fatores, o psicológico é um dos principais e mais frequente dentre eles.
Doenças crônicas podem estar associadas, tendo como consequência a impotência sexual. Algumas delas são: diabetes, hipertensão arterial, insuficiência renal, aterosclerose. A obesidade e sedentarismo também são grandes causadoras do problema.
Problemas no órgão sexual, como: deformidades, tumores, cistos, fibrose.

Leia também: remédios para ereção funcionam

Doenças neurológicas: Alzheimer, tumores cerebrais, esclerose múltipla, Parkinson, lesões na medula, esclerose múltipla e outros.
Veja isso com Atenção!
Sua Mulher Muito Mais Satisfeita na Cama: Você quer deixar sua mulher ainda MAIS louca de tesão por você? Eu tenho um segredo para compartilhar contigo… [clique aqui que é sucesso!]
É por isso que é tão importante consultar um médico, para então iniciar o tratamento de impotência mais adequado à cada caso. Existem diversos métodos para solucionar a impotência, eles envolvem medicamentos ansiolíticos, suplementos naturais e até mesmo o famoso Viagra. Tudo isso para que você possa ter uma relação sexual satisfatória. Em relação ao método mais eficaz, é preciso ver o fator que está desencadeando a disfunção em cada caso em particular, para só então tratá-lo.

Os efeitos da idade na sexualidade.

Os efeitos da idade ilustram perfeitamente a complexa interação de fatores fisiológicos e psicológicos. Algumas mudanças biológicas associadas ao envelhecimento são de natureza universal, mas as respostas que elas geram variam consideravelmente entre os indivíduos. Por exemplo, alguns adolescentes reagem a intensos impulsos sexuais que afligem o desenvolvimento de atitudes agressivas. Outros caem no amor, sabe como encantar o parceiro de sua escolha e levá-lo para fazer amor. Outros são incapazes de fazer valer a sua sexualidade e refugiar-se em fantasias ou tornar-se hiper-consciente.

Da mesma forma, quando, por volta de cinquenta anos, suas reações sexuais começam a declinar, alguns homens se retiram para uma andropausa irritável, depressiva e paranóica. Outros abandonam suas esposas e procuram parceiros mais jovens para redescobrir a intensidade erótica de sua juventude. As mulheres aproveitam sua menopausa para justificar uma cessação total da atividade sexual. Os mais felizes são capazes de integrar confortavelmente uma sexualidade modificada, mesmo que um pouco reduzida.

É extremamente interessante notar que a idade tem diferentes efeitos sobre o ciclo sexual, dependendo se é um homem ou uma mulher. As estatísticas mostram que, em humanos, a reatividade sexual, a capacidade sexual e a freqüência atingem o pico por volta dos 17-18 anos de idade, duram até 30 anos e continuam a declinar a partir de então. Nas mulheres, é no final dos trinta que o apogeu sexual é encontrado, seguido por uma desaceleração gradual.

Leia mais sobre o livro chamado destruidor de ejaculação precoce.

A idade afeta as reações sexuais de maneira diferente. Masters e Johnson estabeleceram que, em humanos, é o orgasmo mais afetado. O período refratário aumenta e diminui fortemente, logo após o apogeu da adolescência, a força ejaculatória. Por outro lado, apesar do aparecimento de certas dificuldades eréteis, a capacidade de ereção permanece relativamente inalterada. Embora ele não seja mais capaz de ter orgasmos tão intensos e múltiplos como em sua juventude, nem de experimentar distintamente a fase de inevitabilidade ejaculatória, um homem de 80 anos pode perfeitamente conhecer o orgasmo ocasional e alcançar Ereções freqüentes e agradáveis ​​quando efetivamente estimulados. A idade não tem efeito comparável sobre as mulheres, que permanece ao longo de sua vida capaz de experimentar múltiplas reações orgásticas, com quase nenhum período refratário. As mudanças são anatômicas e não funcionais.

Os efeitos da idade na sexualidade humana

O homem idoso vê mudanças fisiológicas graduais e normais. Essas mudanças afetam todo o seu corpo. Infelizmente, as mudanças que afetam o funcionamento sexual do homem são percebidas por muitos como indícios de que sua vida sexual acabou ou está chegando ao fim. Por exemplo, uma ereção menos espontânea ou uma impotência ocasional são interpretadas como uma perda iminente de capacidade e função sexual.

Tais crenças podem estar em pânico. Os homens nem sempre percebem como seus sentimentos de autoestima, autovalor, masculinidade ou competência podem influenciar seu funcionamento sexual. Se você tem mais de quarenta anos, notou que suas pernas não são tão fortes quanto eram aos vinte; Naturalmente, você nunca pensou que logo pararia de andar. Por que você deveria parar de fazer amor porque sente que seus músculos sexuais não são tão fortes quanto antes? Pelo contrário, você provavelmente descobrirá que algumas mudanças que ocorrem podem até mesmo ajudá-lo a se tornar um amante melhor.

De todas as mudanças fisiológicas fisiológicas previsíveis e normais, o principal e mais traumático para o homem é certamente o declínio da espontaneidade de suas ereções. Alguns homens entram em pânico e ficam desamparados. Eles interrompem suas iniciativas sexuais por medo do fracasso e suas mulheres interpretam esse comportamento como uma perda de sua própria atração sexual e também diminuem suas iniciativas sexuais quando, ao contrário, deveriam aumentar suas iniciativas e ser mais ativas. para ajudar o homem a descobrir uma sexualidade mais sensual. A contrapartida para a diminuição da espontaneidade erétil, para o homem que aceita essa mudança, é que ele pode manter ereções mais longas sem ejaculação.

O medo do fracasso leva ao fracasso. Para evitar a instalação de um círculo vicioso, o homem deve entender que ele pode desfrutar de sua sexualidade ou beneficiar seu parceiro e esperar até que sua libido seja forte o suficiente para facilitar a ereção. A ereção é um reflexo sobre o qual a vontade não se sustenta, exceto a de criar a atmosfera de relaxamento necessária para a excitação sexual.

A diminuição do desejo sexual na velhice também se manifesta por um declínio nas preocupações sexuais, pensamentos e fantasias na ausência de estimulação especificamente erótica. Embora haja diferenças muito marcantes dependendo do indivíduo, um homem com mais de 50 anos pode muito bem ser absorvido por sua carreira por semanas a ponto de não pensar em sexo e nenhuma ereção se manifesta. No entanto, os homens mais velhos permanecem potencialmente sensíveis à estimulação sexual. Técnicas eróticas aprimoradas podem compensar as mudanças devido à idade; Os homens mais velhos simplesmente exigem mais tempo e estímulos físicos mais intensos para continuar recebendo o máximo de prazer do sexo. Conforme você envelhece, a sexualidade do homem é próxima da da jovem; Podemos perceber isso como um retorno correto das coisas.

DISFUNÇÃO ERÉTIL

DISFUNÇÃO ERÉTIL

A disfunção erétil é uma disfunção sexual masculina que se caracteriza pela incapacidade persistente (durante pelo menos três meses) em obter ou manter uma ereção peniana que permita um desempenho sexual satisfatório.

É mais comum nas idades mais avançadas, mas pode ocorrer em qualquer faixa etária. Um estudo realizado em Portugal, mostrou que até 50% dos homens entre os 40 e os 70 anos apresentavam algum grau de disfunção erétil, podendo essa percentagem atingir os 85% acima dos 75 anos. Está reconhecido que a disfunção eréctil resulta numa diminuição importante da qualidade de vida.

Encarar a disfunção sexual como um tabu – para o próprio, dentro da relação ou para o médico de família – torna-a um problema sub diagnosticado e não tratado numa época que existem várias opções terapêuticas disponíveis e eficazes. Por outro lado, existe uma evidência cada vez mais importante de que a disfunção erétil pode ser uma manifestação inicial de doença coronária e doença vascular periférica, podendo ser um sinal precoce de doença cardiovascular.

Causas de disfunção erétil
A ereção peniana é o resultado de um fenômeno neuro vascular que ocorre num ambiente hormonal e psicológico favorável, sendo necessária a integridade anatômica de todos os sistemas intervenientes.

O desenvolvimento e a manutenção de uma ereção normal requer a ativação de vias neurológicas. Estas vias relaxam os músculos lisos trabeculares, aumentam o fluxo sanguíneo no corpo cavernoso (musculatura esponjosa do pénis) e reduzem o retorno venoso permitindo assim a ereção. Estas vias neurológicas são ativadas pelo cérebro, através de diferentes estímulos táteis, visuais, entre outros, são modificadas por estímulos psicológicos, como o desejo sexual e pelo ambiente hormonal, como a testosterona.

Assim, alterações de qualquer desses fatores que permitem a ereção podem levar a disfunção erétil.

As principais causas de disfunção erétil são:

Psicológicas, por exemplo ansiedade
Vasculares, por exemplo obstrução das artérias cavernosas
Neurológicas, por exemplo secção dos nervos cavernosos
Anatômicas, por exemplo curvatura grave do pênis
Hormonais, por exemplo baixo nível de testosterona
Induzida por fármacos, por exemplo hipo tensores
Fatores de risco para a disfunção erétil
São fatores de risco para a disfunção erétil:

Obesidade
Diabetes mellitus
Dislipidemia
Hipertensão arterial
Tabagismo
Sedentarismo
Hiperplasia benigna da próstata
Sintoma urinários
Diagnóstico da disfunção erétil
A avaliação diagnóstica inicia-se com a obtenção de uma história psicossexual o mais completa possível, incluindo a descrição dos hábitos sexuais, início e duração da disfunção, tratamentos prévios e resultados obtidos.

Podem ser utilizados questionários de auto-resposta, de que é exemplo o Índice Internacional da Função Erétil (IIFE).

É necessário distinguir se se trata de uma disfunção erétil circunstancial (por exemplo, apenas com um determinado tipo de estimulação) ou generalizada ou seja em todas as situações.

Os procedimentos de diagnóstico incluem a avaliação a tolerância do doente ao exercício, de modo a obter uma orientação para uma eventual avaliação cardiológica e correção de fatores de risco.

Os exames laboratoriais mais utilizados são a determinação da testosterona total, glicemia e perfil lipídico. Outros exames de diagnóstico que podem ser realizados são a injeção peniana de vasodilatador e o doppler das artérias cavernosas.

Tratamento da disfunção erétil
Na maioria dos casos, é possível tratar eficazmente a disfunção erétil, não ocorrendo no entanto a cura definitiva.

Devem ser adotadas alterações do estilo de vida, promovendo a prática de exercício físico regular e a suspensão do tabagismo, e o controlo de doenças existentes que possam afetar os vasos sanguíneos e nervos que existem do pénis (por exemplo, diabetes mellitus e dislipidemia).

Preferencialmente, deverá ser envolvida a parceira na abordagem terapêutica, de modo a aumentar a adesão, satisfação e cumplicidade do casal no tratamento.

Leia também: Aumento peniano funciona

A terapêutica farmacológica de primeira linha é constituída por fármacos de administração oral, com elevada taxa de sucesso.

As terapêuticas de segunda linha são constituídas por métodos mais invasivos e menos cômodos, como a aplicação de dispositivo de vácuo, injeção peniana de fármaco vasodilatador ou aplicação de comprimido uretral.

A terapêutica de terceira linha é constituída pela prótese peniana, que resulta numa ereção artificial com rigidez que permite a penetração e o controlo da duração da relação sexual.

Em alguns casos, o tratamento com ondas de choque de baixa intensidade pode também ser uma opção eficaz.

Problema de diabetes que afetam a ereção

Por causa de seu diabetes, Yuri tem mais e mais problemas para ter ereções, o que acaba causando tensão em seu relacionamento. Ele decide consultar o Dr. Sylvain Mimoun, andrologista.

Yuri tem 60 anos e é diabético há quinze anos. Uma doença que o compele a prestar constantemente atenção à sua dieta, a medir o açúcar no sangue todos os dias e a tomar remédio. Outro problema relacionado à sua doença, o aparecimento de disfunção erétil.

1ª consulta: desde a sua diabetes, Yuri está bloqueando

Yuri me avisa que parou de tomar medicação antidiabética porque está causando problemas de ereção.

“É um erro”, eu disse. Quando você é diabético, a melhor maneira de recuperar as ereções é ter um nível de açúcar no sangue equilibrado. Seu tratamento é essencial para ter um açúcar no sangue estável. Não é ele quem causa a disfunção erétil, é o próprio diabetes. “

Yuri deve tomar a medicação, mas também monitorar sua dieta, limitar os açúcares e gorduras rápidos. No entanto, isso não é suficiente, na maioria das vezes, para sair do bloqueio que foi instalado.

Sem anomalia física

Se você quer dicas sobre problemas de ereção conheça o Blog da cis.

Como ele não tem uma ereção, ele a observa, o que o pressiona e impede que ele a tenha. “Eu tentei algumas pílulas”, diz ele, “mas leva vinte minutos ou mais para a ereção começar a chegar, é horrível! Por isso, será necessário um tratamento que funcione rapidamente e que dure muito tempo para ter uma ereção de boa qualidade.

Examino Yuri e eu ver que não há nenhuma anormalidade no pênis, sem nódulo, que os testículos são normais, nada fisicamente parece, portanto, explicar a não-funcionamento.

  • Peço uma dosagem hormonal porque, nos diabéticos, os hormônios são ainda mais importantes, pois o açúcar e as gorduras reduzem a eficácia da testosterona biodisponível (sexualmente ativa).
  • Eu também prescrevo um Doppler peniano para ver como o sangue circula no pênis. Em princípio, na sua idade, aproveito a oportunidade para examinar sua próstata, que é de tamanho e consistência normais.

Um casal que não se comunica mais

“Como você está no seu relacionamento? “Bem”, ele responde como muitos homens, mesmo que não seja a realidade … eu continuo: “Você acha que sua esposa viria? “Você acha que é útil para alguma coisa? Ele pergunta. Diante da minha insistência, ele me diz que falará com ele sobre isso.

De fato, em casais que não se comunicam, todos trabalham em tudo ou nada. O homem diz para si mesmo que, como ele não tem uma boa ereção, não vale a pena que ele tente. E a mulher pensa que, se ele não a toca, é porque ela não o quer, ou até ele não gosta mais dela.

Mas drogas vasoativas (Viagra, Cialis, Levitra …) podem não funcionar se o contexto não for favorável. Eu explico para ele e digo: “Quando eu te ver de novo e seu casal ficar melhor, eu vou te dar Vitaros , um creme que você coloca na ponta do pênis e no meato urinário. Esta nova droga, muito eficaz, atuará na ereção sem ferrão ou comprimido. Além disso, desde que você está 100% coberto por causa de seu diabetes, este creme será reembolsado. ”

2ª consulta: Alba vem sozinha um mês depois

Esta linda mulher de 51 anos me disse: “Estou feliz de vir ver você. Yuri falou com seu médico sobre seu problema, mas ele não explica bem as coisas. Sente-se o clima tenso entre eles.

Pergunto a ele: “Há quanto tempo vocês estão juntos? Yuri me disse 30 anos, mas Alba disse: “Já faz 34 anos. No início, tínhamos relatórios regulares e tudo estava indo bem. Mas quando ele teve seu diabetes … “Psicologicamente, Yuri quase não tinha ereção no anúncio de sua doença.

Além disso, neste contexto de crise conjugal, enquanto uma semi-ereção e um começo de penetração são para o homem um sucesso, eles representam um fracasso para sua esposa, o sinal de que ele não quer -lo. Vendo-a desapontada, o homem não está mais excitado … Há uma falta de satisfação de ambos os lados .

“Seu prazer também fará com que ele queira”

“Apesar do contexto, você quer querer? “Claro! Ela me responde. Eu explico para ele:

“Não espere até que ele tenha uma perfeita ereção para fazer alguma coisa. O que importa é antes de mais nada seu prazer. Esse prazer o fará querer também. Isso é chamado de egoísmo compartilhado . Seu sucesso trará confiança e sucesso. Eu aconselho você a ler o novo relatório Hite (ed I Lu), que reúne depoimentos de mulheres sobre sua sexualidade. Leia pelo menos o primeiro capítulo, então o que você gosta … »

O objetivo é que eu a conheça melhor e que ela saiba que tem um papel a desempenhar para que a ereção do marido ocorra . Eu pergunto se entre eles, às vezes, há tensões. “Tensões, não”, disse ela, “mas não tem um caráter fácil. Se fosse melhor sexualmente, ele estaria de melhor humor e todos ficariam mais relaxados.

EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL: CONHEÇA 5 DICAS PARA EMAGRECER COM SAÚDE

EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL: CONHEÇA 5 DICAS PARA EMAGRECER COM SAÚDE

Emagrecer com saúde não é mais um desafio impossível.

Nos dias atuais, é cada vez mais fácil emagrecer de forma saudável.

Uma boa alimentação associado a prática de exercícios físicos constantes fazem toda diferença para chegar a uma rotina saudável.

Porém, algumas pessoas são radicais, chegando a fazer dietas por conta própria comprometendo assim sua saúde.

Emagrecer com saúde pode ser algo muito prazeroso e um grande passo em busca de uma melhor qualidade de vida.

Pensando assim, separamos 5 dicas essenciais que podem fazer a diferença pra quem quer emagrecer com saúde.

As consequências do excesso de peso.
Para emagrecer com saúde é muito importante saber que tipo de corpo e o que cada um precisa comer para manter – se saudável.

Uma alimentação à base de gordura e muito açúcar trazem como consequência doenças sem cura como hipertensão e diabetes.

Essas duas doenças sérias são apenas algumas das possíveis consequências do excesso de peso.

A obesidade nos dias de hoje também é considerada uma doença.

De acordo com Ministério da saúde, a obesidade é uma doença crônica e incurável.

Como a gordura precisa ser estocada no organismo, toda pessoa com excesso de peso tem aumento do número de células adiposas (obesidade hiperplásica) ou um aumento do peso das células adiposas (obesidade hipertrófica) ou uma combinação das duas coisas.

O número de jovens que vêm sofrendo danos a saúde por conta do excesso de peso no Brasil vem crescendo a cada ano.

Crianças e adolescentes estão cada vez mais comendo pior e de forma desenfreada.

Por conta disso, acabam se frustrando por não conseguirem emagrecer com saúde e esse problema só cresce.

É cada vez mais importante que a educação alimentar começa em casa.

Se uma criança é estimulada a ingerir alimentos saudáveis como frutas e legumes a tendência é que ela cresça e tenha consciência de que comer bem não significa comer muito.

É importante saber o excesso de peso pode ter outros motivos.

Nos casos em que existe algum problema de saúde, como gastrite, asma, osteoporose, ou mesmo apenas uma limitação de mobilidade, a orientação e conselho dos médicos, para conciliar a dieta com o uso de medicamentos e com a devida adaptação à doença, é fundamental para que seja possível emagrecer melhorando a qualidade de vida, e não o contrário.

Em casos onde mesmo seguindo uma alimentação adequada e praticando exercícios, emagrecer com saúde ainda parece difícil pode ser importante consultar um endocrinologista.

O médico endocrinologista vai analisar se a glândula tireoide está funcionando como deveria.

Além disso, um nutricionista, ou médico nutrólogo, pode ser consultado para estabelecer regras de regime alimentar personalizadas e, assim, ficar mais simples de cumprir.

Comer bem e emagrecer com saúde.
Muitas pessoas acreditam na idéia de uma dieta milagrosa.

O fato é que essas dietas que prometem emagrecer com saúde em pouco tempo pode causar danos irreversíveis.

Seguindo algumas dicas simples é possível emagrecer com saúde e sentir – se bem com o corpo.

Nosso corpo tem que aprender qual a hora de dormir, acordar e comer.

Isso fará com ele funcione melhor, e evitará a fome frequente e as idas noturnas à geladeira, que são as que mais engordam.

Além disso, descansar pelo menos 7 horas por noite dá ânimo para cumprir os compromissos, fazer mais exercícios e resistir às tentações.

Um dica importante é comer de 3 em 3 horas alimentos mais leves como frutas e iogurtes, castanhas e cereais.

Fazer pequenas refeições a cada 3 horas pode parecer exagerado, mas é certo que a fome não aparece.

Dessa forma, as porções de comida, aos poucos, vai diminuindo e o peso também.

Os melhores lanches são: 1 fruta + 5 bolachas sem recheio ou 1 iogurte desnatado + 1 pão integral com manteiga sem gordura.

Mesmo em pequenas quantidades durante o dia, as frutas e legumes fornecem muitas fibras e vitaminas e, por isso, é fonte de saúde e ajuda a emagrecer e perder barriga

Ficar sem comer faz com seu corpo economize calorias, gastando menos do que deveria e transformando todo alimento extra em estoque de gordura.

Preferir alimentos com baixo índice glicêmico ajuda a não ficar com fome entre as principais refeições do dia.

Outra dica muito importante é beber muito líquido entre as refeições.

Essa prática ajuda a diminuir a fome e a retenção de líquido.

Bebendo muito líquido, mais urina nosso corpo produz, e com a sua eliminação também saem as toxinas que prejudicam o emagrecimento.

A dica é beber líquidos preferencialmente até meia hora antes e depois das refeições.

A quantidade de água recomendada necessária varia entre 1,5 e 2 litros por dia.

Líquidos como: água, água de coco, sucos naturais sem açúcar, chás sem açúcar são os que mais demoram no corpo e mais hidratam oferecendo uma sensação de saciedade.

Leia também: Phytophen Anvisa

Já os refrigerantes, sucos de caixinha, achocolatados e bebidas alcoólicas além de alto índice calórico saem mais rápidos do corpo e ajudam no ganho de peso.

Emagrecer com saúde praticando exercícios.
Manter uma alimentação é essencial para emagrecer com saúde.

Mas a prática diária de exercícios físicos também auxilia para se atingir uma vida saudável por completo.

O tipo do exercício não é o mais importante, mas sim aproveitar todas as chances para queimar calorias sempre que possível.

Encontrar uma atividade que se encaixe com o que se gosta é essencial.

Dança, natação, academia ou uma simples caminhada, o importante é se movimentar.

O recomendado é que se pratique uma atividade pelo menos 3 vezes por semana no horário que vai de acordo com a sua rotina.

Para aumentar o gasto de energia,podem ser feitas caminhadas de pelo menos 30 min, 3 vezes por semana, pois esse é um dos melhores exercício físicos para perder peso.

Emagrecer com saúde sem o uso de medicamentos.
Nos dias de hoje é comum nos depararmos com medicamentos que prometem redução de peso com rapidez.

Esse tipo de medicamento muitas vezes tem venda proibida e trazem sérios danos à saúde.

Comprimidos, cápsulas, shakes, e uma enorme variedade de produtos prometem milagres.

Infelizmente, em busca do “corpo perfeito’ muitas pessoas acabam ingerindo esse tipo de medicamento sem receita ou orientação médica e no futuro sofrem as consequências.

Alguns medicamentos inibem a fome, levando a pessoa a comer menos do que o corpo necessita.

O fato é que, ingerindo esse tipo de medicação faz com que a redução de peso aconteça, porém deixa a saúde comprometida.

Fraqueza, queda de cabelo, e falta das principais vitaminas que o corpo precisa são apenas uns dos fatores agravantes.

Após perder o peso desejado e interromper o uso desse tipo de medicação o que acontece na maioria dos casos é a recuperação de todo peso perdido.

Existem três classes de remédios para emagrecer.

A primeira classe é formada pelos inibidores de apetite, que fazem com que se sinta menos fome e passe longas horas sem comer.

A segunda ajuda a estimular a saciedade, diminuindo a vontade de comer doces e carboidratos.

A terceira classe consiste em remédios que impedem que o organismo absorva a gordura consumida.

Essas três classes de remédios auxiliam no emagrecimento, pois além de diminuir o apetite, ajudam a acelerar a queima de gorduras.

remédios para perder peso é recomendado apenas em casos de obesidade.

Leia também: Fit Mzt fiunciona

Além disso o uso abusivo de medicamentos para emagrecer pode causar diversos efeitos colaterais como problemas de sono, diminuição da libido, boca seca, nervosismo, ansiedade, doenças cardíacas, desconcentração, agressividade e crises de pânico.

Portanto, para um emagrecimento saudável, uma reeducação alimentar é essencial.

Emagrecer com saúde e desafio de manter o peso.
Sabendo que é possível emagrecer com saúde não é segredo que também é possível manter o novo peso.

Continuando com hábitos saudáveis, reeducação alimentar, dedicação e algumas atitudes básicas, é possível não adquirir novamente os quilinhos eliminados durante o processo de emagrecimento.

Um dos pontos principais de uma reeducação alimentar é justamente mudar os hábitos com o objetivo de tornar sua vida mais saudável, substituindo de uma vez aqueles que fazem mal à saúde por ações que contribuem com o bem-estar e bom funcionamento do organismo.

Sendo assim, continue a se alimentar de frutas, vegetais, grãos integrais e ingredientes com baixa quantidade de gordura e evite gorduras trans e saturadas e comidas com alto teor de açúcar.

Mantenha uma dieta alimentar com baixa quantidade de calorias.

A maioria das pessoas que conseguem manter-se mais magras continuam a comer menos calorias do que costumavam ingerir quando estavam com os quilinhos a mais.

É fundamental conferir o peso pelo menos uma vez em cada semana e verificar se tudo continua conforme o planejado.

Assim, se houver um aumento, por menor que seja, o indivíduo terá tempo para ficar alerta e tentar correr atrás do prejuízo.

É uma ótima maneira de não cair na tentação de comer qualquer bobagem somente para matar a fome.

Fazer um cardápio semanal com todas as suas refeições e inclua alimentos com baixo teor de gordura e carboidratos no cardápio.

Depois de certo tempo de ter conseguido perder o peso e perceber que conseguiu manter a uma alimentação saudável e não voltar à vida sedentária, dê um prêmio a si mesmo e de vez em quando coma um doce ou guloseima que você tanto sente falta.

Mas atenção, é preciso tomar cuidado para que isso não volte a se tornar um hábito, apenas que seja algo passageiro, como um sinal de que você consegue manter o peso ideal sem se privar de suas comidas preferidas e nem perder o controle quando for consumi-las.

Agora que você já conhece mais algumas dicas de emagrecer com saúde pode dar seu primeiro passo para uma vida mais saudável.

Sempre estando atento aos excessos e se preciso procurar ajuda de um especialista que pode orientar melhor.

Assim você poderá aproveitar melhor e usufruir de uma vida longa e saudável.

Leia também: Kifina